Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006

AS PRIMEIRAS VÍTIMAS DA TLEBS

O PACIENTE PORTUGUÊS   encontrou as primeiras vítimas da TLEBS.
publicado por mmfmatos às 20:08
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sexta-feira, 24 de Novembro de 2006

EUREKA

" Qualquer corpo mergulhado num líquido sofre uma impulsão vertical de baixo para cima que é igual ao peso do volume de líquido deslocado " ( Princípio de Arquimedes ).

                     Nunca esqueci o Princípio de Arquimedes e isso deve-se provavelmente ao facto de ter tido uma professora que não se limitava a despejar a matéria, mas, pelo contrário, tentava encaixá-la nas nossas cabeças de uma forma aliciante, acrescentando sempre qualquer pormenor ou episódio que, por associação de ideias, nos levava a fixar coisas que perduraram até agora. Hoje recordo o dia em que, a propósito do Princípio de Arquimedes, ela se alargou numa descrição entusiasmada da forma como Arquimedes, perante a descoberta que acabara de fazer, saltara da tina onde se banhava e desatara a correr todo nu gritando: "Eureka! Eureka! Eureka!". Perante o ar apalermado que devia transparecer nas fisionomias da turma que tinha na sua frente, ela perguntou: "Sabem o que significa a palavra eureka ? ". Ficou tudo mudo e quedo que nem um penedo, ninguém fazia a mínima ideia. Então, ela apressou-se a explicar: " Eureka é uma palavra grega que significa achei, descobri, encontrei  ". Do fundo da sala, alguém soltou uma risadinha que não conseguira conter e a professora, esticando o dedo para a aluna em questão, perguntou: " O que se passa? Qual é a graça para também podermos rir? ". Muito atrapalhada e ainda engasgada pelo riso, ela respondeu: " É que eu pensei que a Eureka era a mulher do Arquimedes e que ele estava a gritar para ela lhe trazer a toalha ". Imaginam como acabou aquela aula, foi rir até às lágrimas. Depois de terminar o liceu, nunca mais vi a professora e tenho pena, mas sempre que me recordo dela não consigo dissociá-la da Eureka que a minha colega de turma acasalou com Arquimedes.

sinto-me: saudosa
publicado por mmfmatos às 17:38
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 17 de Novembro de 2006

O FILME AGORA É OUTRO

                        Não há dúvida que eles estão a atacar em todas as frentes. Agora são os Certificados de Aforro, é mais fácil ir ao saquitel de quem tem um simples " pé de meia " do que ao baú de quem tem os chorudos rendimentos. Continua a política do Robin dos Bosques, mas com o filme visto ao contrário, a floresta de Sherwood já não é o que era dantes.

publicado por mmfmatos às 19:32
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 14 de Novembro de 2006

O REFERENDO

Qual é o objectivo dos referendos? Levar o povo a pronunciar-se sobre determinadas questões e a questão, agora, é o aborto. O povo vai ser chamado a pronunciar-se sobre a despenalização do aborto. Não foi aceite a proposta do PCP que pretendia que fosse o Parlamento a legislar sobre a matéria, já que tinha competência para isso, e avançou-se com a ideia do referendo, remetendo-se para a vontade popular a prorrogativa de dizer "sim" ou "não"  à IVG . No congresso do PS, Helena Roseta apelou ao Primeiro Ministro para que o resultado do referendo não fosse tido em consideração se não fosse vinculativo, isto é, se a participação fosse inferior a 50%. Neste caso, deveria ser o Parlamento a legislar, fazendo-se tábua rasa do resultado obtido no referendo. Sócrates não aceitou a proposta e, a meu ver, fez muito bem. Se a ideia era levar a Assembleia da República a legislar sobre a despenalização do aborto, qualquer que fosse o resultado do voto popular, caso não fosse vinculativo,faria algum sentido perder tempo e dinheiro com  o famigerado referendo? Seria aceitável dizer àqueles que se deslocassem das suas casas para votar: "Quisemos saber a vossa opinião, mas como a participação foi inferior a 50%, nós agora é que decidimos". Não, francamente não concordo. Se há referendo, há que respeitar a vontade daqueles que se dão ao trabalho de votar, para o bem e para o mal.

publicado por mmfmatos às 01:29
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Sábado, 4 de Novembro de 2006

A VACA BRANQUEADA

( Para quem não visitou a cowparade de Lisboa, apresento-vos a "Vaca em Construção" que, por ironia do destino, esteve sedeada na Praça de Londres, mesmo às portas de uma agência do BES)

 

Garanto que quando andei a fotografar as vacas, não me apercebi de que esta tinha má cara. Como poderão verificar pelo fundo da imagem, não há dúvidas que o animal vinha a sair do BES e daí o seu mal-estar. Provavelmente quando entrou era preta e saiu "branqueada". Não há vaca que aguente.

sinto-me: iluminada
publicado por mmfmatos às 17:46
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quinta-feira, 2 de Novembro de 2006

QUE FUTURO?

Há dias no concurso "Um contra Todos" ouvi um concorrente afirmar com grande à-vontade que não conhecia autores portugueses e fiquei arrepiada. Como é possível que o Governo esteja a fazer acordos com Universidades Americanas para implementar a investigação científica ( não nego a importância da investigação científica, mas nunca vi começar uma casa pelo telhado ) em vez de se preocupar fundamentalmente com as bases do ensino. Vamos formar o quê? cientistas que não conhecem a História nem a Literatura do seu país? O Primeiro Ministro está tão preocupado com o choque tecnológico que se dá ao luxo de ignorar as necessidades e carências do ensino básico e secundário - escolas degradadas, professores desmotivados, programas mal estruturados. Enfim, a receita completa para produzir "doutores analfabetos". O Ministério da Ciência foi o parente rico do OGE enquanto o Ministério da Educação continua a sofrer com a austeridade - redução do pessoal de limpeza, redução dos auxiliares de acção educativa, falta de cantinas, falta de ginásios, falta de material didáctico . É importante o conhecimento científico e tecnológico, mas é fundamental que, ao atingirem esse patamar, os jovens estejam identificados com matérias tão importantes como são aquelas que fazem parte da sua própria identidade. Um povo que não conhece o seu passado, desvaloriza o presente e não tem grande futuro.

tags:
publicado por mmfmatos às 18:02
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

.posts recentes

. GUERRA AO PIERCING

. ELES COMEM TUDO E NÃO DEI...

. SEM ELES A SALADA NÃO TEM...

. DÁ CÁ UMA SONEIRA

. À LEÃO

. O ENCOBERTO - PARTE II

. O ENCOBERTO

. UMA BOA PÁSCOA PARA TODA ...

. CARNAVALADAS HÁ MUITAS

. SOMOS TODOS IBÉRICOS

.arquivos

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006